Marmiteiro Profissional

Torne-se um marmiteiro profissional com essas dicas!

A marmita, antes muito julgada, hoje tornou-se a queridinha de muitos funcionários de empresas. As vantagens de ser um marmiteiro são várias: comida caseira, economia, manter-se na dieta, entre outras. Mas, para que os alimentos não percam seu gosto original e possam ser saboreados é preciso seguir algumas dicas, que você verá a seguir em nosso artigo.

Marmiteiro Profissional

1# Planejamento

Ninguém merece comer a mesma coisa todo dia! Para que isso não aconteça, é necessário planejar com antecedência a semana da marmita. Fique tranquilo, não é nada muito trabalhoso… Na verdade, é bem simples.

Basta pensar o que seria agradável comer durante a semana e sair para comprar o que não tem em casa. O básico de toda refeição é possuir pelo menos proteína, carboidrato e salada. Se você for daquelas pessoas bem organizadinhas, dá até para montar um cardápio.

2# Preparação

Dependendo do tempo livre que você tem diariamente, uma boa alternativa é preparar as marmitas da semana no Domingo e armazenar no freezer. No dia anterior ao que for comer, basta descongelá-la na geladeira. Outra dica é já deixar a mistura em pedacinhos, facilitando na hora de comer no próprio pote.

Está meio sem criatividade? Dê uma olhada nesse vídeo e veja como preparar as marmitas da semana em uma hora e meia:

Se tempo livre para cozinhar não for um problema, é possível fazer no mesmo dia que for comer, de manhãzinha, ou na noite do dia anterior. Atenção: creme de leite, maionese e molhos para salada estragam mais rápido, portanto, coloque-os apenas quando for comer.

Existem mais um item importante para fecharmos esse tópico: depois de preparar a refeição, não a coloque-a no pote e feche. Deixe que ela esfrie naturalmente, sem tampa, para que a comida mantenha sua textura.

Aproveite e leia também: Como remover mancha de molho de potes plásticos?

3# A Escolha dos Potes

Muitos não sabem, mas existe uma substância chamada Bisfenol ou BPA, que é prejudicial à saúde humana. Então escolha potes plásticos que não contenham essa substância. Clique aqui e leia nosso artigo completo sobre o tema.

Tenha pelo menos 5 potes em seu estoque.

4# Mantenha a Temperatura

Se não houver geladeira na firma, leve a marmita em uma bolsinha térmica, pois a exposição ao calor facilita a proliferação de fungos e bactérias. Quanto mais tempo exposta ao calor, mais riscos de intoxicação alimentar.

Mas fique tranquilo: o trajeto da sua casa até o trabalho normalmente não é suficiente para causar algum dano à sua saúde.

Dica: peixe cru tende a estragar extremamente rápido, portanto, descarte a opção de comida japonesa para marmita. Atenção: peixes em geral tendem a deixar um cheiro forte no ambiente.

5# Posicionando os potes na mochila/bolsa

Para que não abram/vazem, posicione os potes “em pé”, um em cima do outro. Isso também ajuda na organização da mochila.

Não esqueça dos talheres! Bom apetite a todos!



Compartilhar

Compartilhar:

Conteúdos que você pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *