reeducação alimentar

Reeducação Alimentar: Dicas para começar 2019 com o pé direito

2019 chegou! As festas de fim de ano, que são a maior tentação e onde geralmente comemos à beça, já passaram. Portanto, que tal começar o ano com foco na reeducação alimentar, para se manter saudável e perder uns quilinhos?

No artigo de hoje você verá algumas dicas para manter a organização e o foco na alimentação correta. Vamos lá!
Reeducação Alimentar

Quando queremos apenas perder peso, estamos falando de dieta. A reeducação alimentar é bem mais do que isso: trata-se de uma forma de reajustar seus hábitos, tornando-os mais saudáveis e corretos, do ponto de vista nutricional.

A perda de peso vem como uma consequência dos novos hábitos. E a principal vantagem de aderir a esse estilo de vida é que, ao contrário de dietas milagrosas e prejudiciais à saúde, ele atribui ganhos verdadeiros e significativos.

Se a sua promessa de Réveillon estava relacionada a ser mais saudável ou emagrecer, aqui você encontrará o que busca!

E se prometeu outras coisas, não tem problema: esse post serve para você entender como funciona um pouco sobre reeducação alimentar, como implementá-la em seu dia a dia e suas vantagens. Confira!

Como implantar a reeducação alimentar na rotina?

Isso varia muito de pessoa para pessoa, mas, de uma forma geral a ideia é, aos poucos, mudar o cardápio da semana.

A grande questão é: você já tem costume de comer legumes, verduras, frutas e outros alimentos naturais? Se já tiver costume de comer (ou pelo menos gostar desses alimentos), ótimo, pois você já está a alguns passos daqueles que não podem ver um prato colorido sem fazer careta.

Agora, caso você faça parte do grupo que não come nada do que é verde, vai ser preciso um esforcinho a mais. Introduza, aos poucos, algumas verduras, legumes e frutas nas refeições ou no período entre elas, ao mesmo tempo em que vai retirando os industrializados.

Mudanças bruscas não favorecem a reeducação alimentar, uma vez que causam um choque muito grande. Vá ao seu tempo e, se preciso, estabeleça metas, como:

Meta 1 – Em uma semana eu não estarei mais comendo bolachas de chocolate no café da tarde.

Meta 2 – Todos os dias os meus pratos do almoço e jantar vão conter verduras e legumes.

Meta 3 – (para quem precisa diminuir a quantidade de comida) Em 1 mês eu vou ter reduzido significativamente a quantidade de carboidratos ingeridos no dia.

Para que os resultados sejam como o esperado, o ideal é consultar um profissional nutricionista, pois ele é capaz de realizar os devidos cálculos para compreender a quantidade de calorias que seu corpo consome, além de balancear a ingestão de vitaminas necessárias para o bom funcionamento do corpo.

Dicas para manter o foco na alimentação correta

Foco na alimentação

A gente sabe como é difícil se manter nos trilhos. Vira e mexe surgem algumas dúvidas, uma vontade repentina de desistir (principalmente quando nos deparamos com a nossa guloseima favorita) e aí pronto – o estrago está feito.

Manter a força de vontade é preciso! E como isso não é tarefa fácil, separamos alguns macetes para vocês alcançarem seus tão desejados resultados:

1. Onde comer no serviço?

Para quem trabalha, a hora do almoço pode ser um oceano de tentações. Para escapar disso, você tem duas opções:

– a primeira é optar por restaurantes self service, onde não há a desculpa de não haver saladas ou de o prato vir muita comida.

– a segunda é levar marmita, pois isso permite que você faça as refeições de acordo com a quantidade e qualidade exigida pelo seu programa nutricional.

Potes Plásticos ajudam na dieta

Você pode se organizar de diversas maneiras para levar marmitas adequadas, preparando todas da semana no domingo ou reaproveitando a janta para o dia seguinte.

Para que elas fiquem conservadas e não percam o sabor, o ideal é contar com pelo menos dois potes plásticos (um para saladas, legumes e outro para arroz, carnes etc).

Outro ponto positivo dos potes plásticos é que eles te dão praticidade e possuem ótimo custo benefício, devido a seu preço e sua durabilidade.

Nós temos um artigo específico sobre o tema, para você aprender a se tornar um marmiteiro profissional.

Não se esqueça: os potes plásticos podem ser reaproveitados quando ficarem velhinhos, sendo usados para guardar outras coisas, como parafusos, pregos, brinquedinhos etc.

2. Mantenha lembretes e faça parte de grupos com os mesmos objetivos

É sempre bom manter a ideia que te fez começar a reeducação alimentar por perto, para manter-se motivado.

Por que você quer mudar o seu hábito alimentar? Pense bem a respeito e anote num papel ou no próprio celular. Guarde essa anotação e leia sempre que der vontade de desistir.

Além disso, participar de grupos com o mesmo objetivo pode ser uma motivação a mais, já que dividir a experiência com outras pessoas ajuda a manter o foco. A união faz a força!

3. Os lanchinhos entre as refeições são importantes sim!

Muita gente pensa que os lanchinhos são inofensivos para a alimentação saudável e que, portanto, as bolachinhas recheadas não vão causar tanto impacto… mas na verdade causam sim!

Vá eliminando os industrializados até que não sobre mais nenhum ou até que permaneça apenas os menos processados. Seja para tarde ou na parte da manhã, as frutas e os iogurtes (sem muitas gorduras) são ótimos substitutos.

4. Quanto às bebidas (não se esqueça da água)

Manter-se hidratado, tomando no mínimo 1,5L de água por dia faz parte da reeducação alimentar e ajuda na desintoxicação do corpo entre outros fatores.

Evite principalmente refrigerantes. Os sucos de caixinha, ainda que sucos, possuem altas quantidades de açúcar. Portanto, dentro do possível opte por sucos naturais e vitaminas de frutas frescas.

Bebidas Saudáveis

5. Diminua as refeições e quantidades de alimentos ingeridos na parte da noite

O corpo, durante a noite, gasta menos energia e prepara-se para repousar. Sabendo disso, evite alimentos pesados e reduza a porção do jantar e qualquer lanche posterior a ele, evitando assim o ganho de gordura.

Além disso, comer muito antes de dormir pode trazer problemas como insônia e refluxo.

6. Dormir bem é importantíssimo

Boa noite de sono

O sistema metabólico pode ser afetado devido a irregularidades no sono noturno. Por isso, durma no mínimo 6 horas todas as noites (8 se possível, já que é o indicado por especialistas).

A irregularidade no sono noturno também causa indisposição, podendo prejudicar suas atividades profissionais e o comprometimento com os exercícios físicos.

7. De uma maneira geral, o que deve ser evitado:

– Alimentos ultra processados – sucos em pó, refrigerantes, bolachas recheadas, nuggets, salgadinhos;

– Açúcar e gorduras (doces como bolos e brigadeiro, tortas etc);

– Pizza, pães (opte pelo integral, caso mantenha-o).

– O dia do lixo. Estabelecer um dia do lixo, apesar de confortável, é prejudicial à reeducação alimentar tanto quanto é para uma dieta.

Caso vá sair do cardápio semanal e comer algo de “proibido”, faça com moderação. Chutar o balde, mesmo que apenas 1 dia por semana, com certeza vai atrasar seus resultados ou até impedir que você alcance o tão esperado corpinho ideal.

Essas foram as nossas dicas de hoje para manter o foco na alimentação saudável e, assim, começar esse 2019 com o pé direito – emagrecendo com saúde!



Compartilhar

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *