ATENDIMENTO PLEION: (11) 4162.6210

Garantia de qualidade em plásticos para o seu negócio

Pague em até 48X no cartão BNDES

04/05/2016 - 17:54
Com a rotina corrida, muitas vezes acabamos comprando os vegetais em supermercados e hortifrútis, porém nem sempre esses lugares são os mais baratos ou com melhor qualidade e variedade. As feiras livres ainda são imbatíveis em diversos aspectos, e assim como nos supermercados, há alguns truques e dicas para você economizar ainda mais. Veja só: - O melhor horário para comprar com economia é perto do final da feira. Essa hora é conhecida como xepa e é quando os feirantes mais precisam vender. Quem se beneficia é o consumidor, mas fique atento à qualidade dos produtos frescos e certifique-se de encontrar frutas, verduras e legumes bonitos e baratos. - Leve o dinheiro trocado em notas de 2, 5 e 10 (nunca de 50 e 100) para facilitar a negociação com os feirantes. Assim, além de facilitar o troco, se você for pedir desconto é mais fácil conseguir um bom preço já tendo a quantia certa em mãos. - Escolha sempre produtos de época. Antes de chegar na feira e ver o que está mais barato, já saia de casa com uma lista pronta contendo, além do que você precisa normalmente, as principais frutas, verduras e legumes da estação, que estarão sempre mais baratos e mais frescos. - Faça compras semanais. Evite comprar mais comida do que sua família consegue consumir durante a semana, pois você pode correr o risco de jogar alimentos fora porque estragaram. Algumas frutas e legumes também podem ser congelados para serem utilizados depois, aproveite o que puder! - Dê preferência para os produtos a granel porque muitas vezes os feirantes embalam legumes e frutas em embalagens prontas, “escondendo” os mais feios embaixo e deixando os melhores por cima. Sempre escolha com cuidado o que levar, verificando se o produto está em boas condições de consumo. - Antes de escolher as verduras, esteja atento a alguns detalhes. As folhas têm de estar escuras e crocantes. Se estiverem murchas, já não estão mais frescas como deveriam para o consumo. Não compre frutas que estiverem amassadas ou que apresentem manchas e cortes na superfície. Fique atento também à presença de larvas nos alimentos. - Na feira as frutas, legumes e verduras estão muito mais frescos do que os encontrados em supermercados e sacolões, o único ponto de desvantagem é em relação à higienização dos alimentos, que nem sempre seguem padrões tão rigorosos. Por isso é essencial garantir a higienização correta em casa. Como guardar os vegetais: Lave, mas também seque bem as verduras antes de guarda-las na geladeira. Do contrário a umidade irá acelerar o processo de apodrecimento. Algumas folhas mais delicadas, como as de alface por exemplo devem ser lavadas somente pouco antes de consumir. Na geladeira, guarde as verduras em caixas plásticas com tampa para garantir a conservação, higiene e frescor dos alimentos por muito mais tempo. Já os alimentos que desejar manter fora da geladeira, ou que ainda precisem amadurecer, podem ser mantidos em bacias de plástico limpas e espaçosas. Para evitar que o frio intenso da geladeira “queime” ou estrague as verduras, organize-as sempre nas gavetas inferiores em potes plásticos como os da Pleion, que além de otimizar seu espaço, também podem ser etiquetados para uma melhor identificação.

Categoria: Limpeza doméstica
Postado por: pleion
04/05/2016 - 17:44
Juntamente com um bom churrasco ou uma generosa feijoada, a culinária oriental, em especial os sushis, também tem se tornado uma escolha muito popular para a maioria dos brasileiros. Para quem ama comida japonesa, se interessa por este tipo de cultura, tem ou pensa em abrir um restaurante oriental, essas dicas e curiosidades podem ser muito valiosas, já que a qualidade e fidelidade gastronômica estão fortemente ligadas à tradição original de um determinado local. É claro que com o tempo, algumas adaptações e mudanças naturais podem surgir, mas nada que comprometa a essência e a beleza cultural que existe por trás de tudo. Os Hashis, por exemplo são os “talheres” utilizados em países como China, Japão, Vietnã e Coréia. Utilize organizadores como os da Pleion para manter os hashis da sua casa ou restaurante sempre limpos e organizados. Reserve um nicho do organizador para deixar os hashis à disposição e servir como uma alternativa aos talheres tradicionais. Os hashis normalmente são feitos de madeira, bambu, marfim, metal ou até mesmo de plástico e devem ser manuseados com a mão direita, entre o dedo polegar e os dedos anelar, médio e indicador. Eles servem para apanhar e pinçar delicadamente pedaços de comida ou empurrá-los diretamente da tigela para a boca. Os hashis devem ficar sempre juntos, paralelamente à mesa, não deixe que fiquem abertos, separados um do outro, um de cada lado do prato ou sobre tigelas – utilize os apoios próprios para colocá-los. Brincar com os hashis é mal visto e sinal de má educação à mesa. Assim como apontar os hashis para alguém, gesticular, limpar suas pontas com a boca ou usá-los para puxar tigelas. Você sabia que o sushi foi criado quase que acidentalmente? No início era apenas uma forma de conservar o peixe, que depois de salgado recebia uma camada de arroz, esta, retirada antes da preparação. Somente nos últimos 100 anos o sushi deixou de ser um método de preservação do peixe e se transformou no prato que conquistou o Japão e o mundo. Atualmente, com os refrigeradores e recipientes adequados, ficou muito mais fácil guardar e manter os ingredientes sempre frescos. As caixas plásticas podem ser a solução perfeita para para armazenar e transportar legumes, peixes, sushis e todo tipo de ingredientes da culinária oriental. Dessa forma tudo estará limpo e organizado e você ganhará muito mais tempo e espaço na cozinha! O sushi pode ser apresentado em diversas formas e variedades. O temaki, por exemplo, é um sushi em formato de cone. O chirashi, arroz com peixe em cima servido em uma tigela, também pode ser considerada como outra variedade. Todo sushi tradicional deve ser comido em uma única mordida e com os dedos. Apenas o sashimi deve ser consumido com o auxílio dos hashis. O preparo do sushi é uma atividade tipicamente masculina. O motivo é que a temperatura das mãos das mulheres, tidas como mais quentes que as dos homens, poderia alterar o sabor do peixe. Todo peixe preparado para fazer sushis precisa de um tratamento com sal e vinagre. Além de amenizar o cheiro forte que do peixe cru, isso mantém a coloração e a umidade do peixe. Posicione e facilite o manuseio dos cortes de sushi com organizadores de divisórias e tampa. Isso fará com que os ingredientes não se misturem, o odor seja controlado e o transporte seja seguro, caso necessário. É uma ótima opção de conservação também caso haja a necessidade de ir ao refrigerador.

Categoria: Limpeza doméstica
Postado por: pleion
25/04/2016 - 21:31
Quando o assunto é alimentação precisamos estar sempre atentos. Em restaurantes de grande porte, as cozinhas profissionais seguem regras rígidas na hora de organizar refrigeradores. A geladeira, quando suja ou mal organizada pode afetar gravemente a saúde e rotina de uma família. Um alimento mal acondicionado pode causar problemas graves de saúde.  Então antes de qualquer processo de organização, sempre retire tudo e faça uma boa limpeza, seguindo as orientações do fabricante. Avalie e jogue fora todos os itens com validade expirada, coloque-os de volta em seu local apropriado e veja se a vedação da geladeira está em boas condições. Comunique sua família sobre como serão as regras de organização e posicionamento dos alimentos na geladeira e peça para que colaborem e procurem manter a lógica da organização.  As caixas, bandejas e potes plásticos como os da Pleion serão os protagonistas da organização da geladeira, pois são versáteis, otimizam os espaços, conservam melhor os alimentos e podem ser etiquetados para facilitar a identificação e controle de data de validade. Para compreender melhor a forma correta de arrumar as coisas, tenha em mente que, quanto mais perecível for o alimento, mais alto ele deve ficar na geladeira. Como por exemplo: ovos, queijos, sucos, iogurtes. Isso se deve ao processo de circulação do ar dentro da geladeira. Lembre-se de que uma grande quantidade de alimentos não precisa ser refrigerado. Use a regra simples de colocar na geladeira somente os produtos que ao comprar encontravam-se refrigerados. Uma ideia eficiente e funcional para organizar é agrupar itens que são levados todos os dias à mesa por categorias, como por exemplo: produtos para o café da manhã, comidas para o lanche da tarde, molhos e etc. Coloque-os em bandejas plásticas. Dessa forma você evita deslocamentos desnecessários entre a geladeira e a mesa. A primeira prateleira deve ficar para os alimentos perecíveis, como leites e derivados. Reserve a prateleira do meio para carnes temperadas, alimentos em processo de descongelamento e sobras de pratos prontos. Tudo guardado em caixas plásticas com tampa, para conservar o frescor e não espalhar o cheiro dos alimentos. A parte de baixo, reserve para alimentos que serão consumidos rapidamente, como frutas mais maduras. A gaveta retém a umidade, e por isso é importante que nela, sejam guardados verduras e legumes, todos em saquinhos plásticos abertos para melhor aproveitamento e ventilação. Nunca coloque nenhum tipo de carne logo acima das gavetas pois a carne pode contaminar os legumes.

Categoria: Limpeza doméstica
Postado por: pleion
30/03/2016 - 18:19
Para você que pensou que os potes e utensílios plásticos estavam restritos à sua cozinha (confira aqui nossas dicas de organização com potes plásticos para sua cozinha), está muito enganado. Preparamos algumas dicas criativas que vão te ajudar a otimizar espaço, organizar, e armazenar objetos, maquiagens, roupas, bebidas e muito mais. São ideias funcionais que vão facilitar sua vida e te mostrar novas e práticas possibilidades de deixar tudo arrumadinho. - Invista em caixas organizadoras plásticas com tampa e coloque etiquetas para identificar o conteúdo de cada uma. Dessa forma o armário ganha mais espaço e tudo fica categorizado ao seu alcance. - Tenha caixas plásticas para doações e durante o mês, vá separando itens que já não está mais utilizando ou que deseja doar. Escolha um dia do mês para ir esvaziar as caixas e fazer uma boa ação. - Organize seus recibos, notas fiscais, manuais e papeis importantes por ordem de volume de papel e/ou de importância em caixas de encaixe, como as Caixas Empilháveis, que são fabricadas em diversos tamanhos e vão evitar que a papelada amasse ou fique abafada acumulando mofo. - Guarde pinceis e maquiagens, colares e até mesmo roupas íntimas e sutiãs com bojo em recipientes, como os Organizadores com Tampa. Eles são muito versáteis e vão manter tudo separadinho e em ordem, sem amassar ou quebrar nada, podendo inclusive ser guardados nas gavetas ou levados com tampa em malas de viagem. - Utilize grandes tachos ou bacias plásticas, como a Bacia Bioprátika para transportar e armazenar grandes volumes. Como por exemplo: encher de gelo com bebidas para deixar à disposição dos convidados de uma festa, ou ainda carregar a roupa quando for tirar/colocar na máquina de lavar e até mesmo para servir de caminha móvel para o seu animalzinho de estimação. - Aposte em caixas plásticas com tampa grandes para ensinar seu filho a organizar os brinquedos. Dessa forma, basta que a criança termine de brincar e coloque os itens na caixa e as coisas já não estarão espalhadas por todo o chão. Isso fará com que, aos poucos a criança apure seu senso de responsabilidade e entenda a importância de ajudar. - Utilize o Porta Ovos da Pleion para guardar pequenos objetos como: brincos, tarraxas, pulseiras, anéis e pingentes.

Categoria: Limpeza doméstica
Postado por: pleion
Armazenagem
Autossuficiência
Planejamento
ISO 9001:2008
Estoque permanente para fornecimento contínuo, pontualidade e agilidade para você.